O Ciclo PDCA e o Gerenciamento de Processos

Em um mundo em que cada vez mais as organizações buscam a competitividade e a excelência, a otimização de processos por elas tornou-se uma excelente maneira de aperfeiçoar e aumentar os resultados. No contexto do setor público isso não é diferente, pois a efetividade dos serviços prestados é muito importante para que os cidadãos tenham seus direitos adquiridos.

Uma das ferramentas mais utilizadas para a gestão da qualidade e dos processos nas organizações é o Ciclo PDCA.

O PDCA é composto basicamente por 4 estágios correspondentes a cada letra: Plan (Planejamento), Do( Execução), Check (Checagem) e Action ( Ação).

Planejamento: envolve a identificação do problema, análise do fenômeno, do processo e planejamento da ação.

Execução: o momento de colocar o planejamento em prática, com a condução do plano, deve-se observar as mudanças no processo e as observações sobre ele devem ser registradas para a verificação na próxima etapa do ciclo.

Checagem: é o momento de se avaliar o que foi feito na etapa de execução, comparando e identificando as diferenças entre o que foi planejado e o executado.

Ação: nessa etapa são feitas as alterações corretivas, que visam a correção das falhas encontradas durante o processo e após a realização das correções deve-se repetir o ciclo.

A metodologia PDCA é largamente utilizada por organizações que desejam melhorar seu nível de gestão através do controle eficiente de processos e atividades internas e externas, padronizando informações e minimizando as chances de erros na tomada de decisões importantes.

Aqui na João Pinheiro Júnior temos profissionais capazes a contribuir para uma gestão mais eficiente dos processos da sua organização. Entre em contato conosco para demais informações.