Fala assessor

O que é o Fala Assessor?

Nessa seção, você poderá ouvir o depoimento de grandes membros que já fizeram parte da nossa história!

Bruno Rozenberg

BR

“Considero a João Pinheiro Júnior, a melhor atividade de extensão oferecida no CSAP, esse foi o pontapé inicial necessário, para me mobilizar a querer entrar e participar do movimento empresa júnior. Desde 2013/2, trabalho na diretoria de Recursos Humanos, na qual me realizei completamente profissionalmente, fiz grandes amizades e pude aprender muito em diferentes atividades, como por exemplo, na organização dos processos seletivos da empresa, aplicação da avaliação de desempenho, pesquisa de clima organizacional, programa de acompanhamento de pessoas, entre outros.

Atualmente sou o membro mais antigo do CSAP na empresa, muitos já me perguntaram o porquê de ainda continuar trabalhando na JP Jr., mesmo após 4 semestres intensos de trabalho, sempre respondo que são diversos os motivos que me levaram a estar na empresa até hoje. O primeiro deles é o grande aprendizado que se tem no dia a dia de trabalho, além disso, a existência de liberdade e autonomia na execução e proposição de novos processos, ou seja, um incentivo a inovação constante das atividades da empresa. Ademais, outro fator é o bom clima organizacional existente na JP Jr., na qual os membros além de trabalharem duro, também conseguem se divertir e consequentemente manter um clima muito agradável na organização.

No fim desse semestre, pretendo buscar novos objetivos, só que dessa vez no ‘Conselho Consultivo’ da empresa, procurando transmitir todo o meu conhecimento e experiência que foram adquiridos na consultoria júnior, para os membros mais novos, dessa maneira fomentando a gestão de conhecimento na JP Jr., visando sempre o melhor para a nossa organização”.

 

Marina Sacramento

 

Capturar“Com o término do meu primeiro semestre na João Pinheiro Júnior, posso afirmar que minhas expectativas sobre a empresa se concretizaram. Dentre essas, estavam as possibilidades de ter a minha primeira experiência profissional, de colocar em prática o que aprendo no CSAP, de participar dos treinamentos oferecidos, e, claro, de conhecer pessoas extremamente competentes e amigas. Entrar para a diretoria de Recursos Humanos aprimorou a minha visão crítica sobre organizações e gestão de pessoas, na medida em que pensava como melhorar o clima organizacional e como potencializar o desenvolvimento dos membros. Para isso, melhorei minha capacidade de escutar as pessoas e auxiliei no aprimoramento das ferramentas utilizadas pela diretoria. Não tem como não citar as reuniões semanais, realizadas sempre à base de muita comida, ideias inovadoras, e que, na semana seguinte, já eram testadas e colocadas em prática.

Levei comigo esse espírito do RH para o Escritório de Projetos (PMO), coordenadoria à qual me candidatei para participar, após a abertura de um processo extraordinário. Afinal, simplesmente adotei o PMBOK como uma espécie de livro sagrado e adentrei na teoria de gerenciamento de projetos, a qual sou apaixonada. Mal posso esperar o fechamento de um novo Projeto Externo (produto da empresa), para auxiliar todo o seu planejamento e acompanhar sua execução. Será um novo desafio como tantos outros que a empresa já me proporcionou. Lembro-me, no final do primeiro período, de quando entrei para a empresa e minha primeira tarefa delegada foi organizar a festa de Troca de Gestão. Com prazos curtos, em uma mesma tarde corri para um supermercado para realizar o orçamento dos comes e bebes e depois tive 20 minutos para acrescentá-los em uma planilha de Excel e enviá-los para aprovação da Diretoria Executiva. Detalhe: eu nunca tinha aberto uma planilha de Excel até então. Com certeza não ficou muito bom, porém, hoje, Excel e MS-Project são minhas principais ferramentas de trabalho. Outra experiência muito engrandecedora está sendo o treinamento de PDCA, o qual será colocado em prática na ONG Inconformados, impactando positivamente milhares de pessoas da favela Pedreira Prado Lopez.

Hoje, devido às diversas experiências profissionais pelas quais passei, posso dizer que me conheço muito melhor. Pretendo sempre tentar retribuir à empresa, o tanto que ela investe em mim. Por fim, fico muito feliz por ter recebido a maior nota na Avaliação de Desempenho 360º entre os assessores. Obrigada aos meus colegas do PMO, que acreditaram no meu trabalho!”

Gustavo Lopes Pedroso

  Conheci a JExibindo Screenshot_2015-10-19-08-32-17.pngoão Pinheiro Júnior antes mesmo de ingressar no CSAP! Já tinha amigos que trabalhavam em outras empresas juniores e o contato com o MEJ só se fortaleceu após entrar na faculdade. Participar de uma EJ com foco em projetos para o setor público seria incrível.

    Em 2013.2 participei de um árduo processo trainee. Lembro que quase todo XXXII CSAP queria entrar na João Pinheiro Júnior na época, a concorrência era grande e infelizmente não fui efetivado. Novamente tentei em 2014.1 e com muito mais experiência passei pelo trainee, e de fato, poderia já me considerar como membro. Entrando na João Pinheiro Jr na Diretoria de Negócios, participei de diversas captações e negociações e descobri que lidar com clientes era o que eu mais gostava (gosto disso até hoje). É importante dizer que me transferi para o PMO (Escritório de Projetos) no outro semestre. Foram 6 meses de estruturação, mas, de aprendizado diário com uma equipe nota 10. Nesse tempo, participei de um projeto externo de Pesquisa em Políticas Públicas no município de Ribeirão das Neves e fui eleito Conselheiro Multiplicador da empresa na FEJEMG (Federação de Empresas Juniores do Estado de Minas Gerais). Ser candidato à Conselheiro na FEJEMG foi, sem dúvida, a melhor decisão que eu tomei dentro da empresa. Conheci novas oportunidades e informações, fiz networking com outras EJs, conversei com pessoas sensacionais dentro do MEJ. Depois desses primeiros 6 meses, me reelegi por mais 1 ano. Já fui em mais de 15 reuniões presenciais em cidades diferentes, já participei do EMEJ 2014 e 2015 além do ENEJ 2015. No início de 2015, fui selecionado como Coordenador de Relacionamento Institucional da FEJEMG. Atualmente sou organizador de dois eventos regionais e não quero sair do MEJ em 2016. Com tantas experiências, ocupo o cargo de Conselheiro Administrativo dentro da João Pinheiro Jr. e acredito muito no potencial de todos os 43 atuais membros para construirmos uma EJ com mais e melhores projetos, com excelência em gestão e engajada com o MEJ! #protagonizeJPJr.